Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Advento, dias #11, #12, #13 e #14

Continuando... O resumo dos 4 dias passados! 

 

Dia 11 -  Dia de escrever postais! 

161212095619.jpg

Tinha tudo pensado... 

Ia fazer-lhe várias perguntas e ele respondia as coisas engraçadas habituais, eu escrevia para cada pessoa! Com certeza que a alguma das perguntas ia responder! 

Só que não! 

Ele não estava para aí virado, encolhia os ombros e dizia não sei. Mesmo a ferros, consegui arrancar-lhe pouco... 

Passei para o Plano seguinte... 

- Não queres pintar e escrever nos postais? Anda, para x y z ficarem felizes! 

- Não me apetece. 

- Vá... Eu vou buscar umas canetas fixes e fazes pelo menos umas árvores e um sol! Tu fazes árvores e sóis tão bem!

- Não sei fazer isso. 

- Sabes, sabes! Fazes com bolas e tracinhos! Lembras-te? Eu ajudo!

- Ó Kayyy... 

A custo,  lá me fez a vontade...

É assim a vida! Pelo menos, fez comigo os postais mágicos e árvores e sóis em cada um deles... Já não é mau! 

 

 

Dia 12 -  Ir aos correios enviar os postais

161212100157.jpg

 Não tinha envelopes... Tinha de os ir comprar, antes de ir para os correios. 

Estamos na loja para procurar os envelopes, dá-lhe uma daquelas vontades que dá quase sempre quando não dá jeito... 

- Mãe, quero ir fazer xixi! 

Saímos a correr! Vamos à pastelaria ao lado da loja para ir ao WC. 

Assim, como assim, já aqui estamos e ele portou-se bem... Vamos lá comer um bolito ou bolachinha... 

Vamos à loja. Não tem os envelopes... 

Vamos a outra loja de carro. Compramos envelopes. Já é tarde demais! Não chegamos a tempo dos correios! 

Fomos para casa. Colou os selos e fechou os envelopes... Pô-los no marco do correio ficou para o dia seguinte. Acontece!

Ele preocupado:

- E o Pai Natal não vai ficar chateado? Vai dar prendas na mesma?

 

 

Dia 13 -  Dia de acabar a tarefa do dia anterior e de brincar! 

161214085103.jpg

Para simplificar e conseguir manter o ritmo de uma tarefa por dia, que ainda tivemos de ir também aos correios... Foi o dia de brincar! 

Brincar ao que ele quiser. 

E aproveitando a ideia da "Mamã Cereja", uma vez que o maridão trouxe (por coincidência) uma encomenda com esferovite e tinha mais não sei quantas guardadas na garagem à espera desde que vi a ideia... Fizemos o jogo de descobrir coisas no meio da esferovite!

O cachopo estava era sempre a abrir os olhos e a recusar a venda, mas enfim... 

Quando encontrou o ovo de chocolate que lá andava no meio e depois de o morfar, aí é que era entusiasmo a ver se encontrava mais! De olhos bem abertos, claro! Para não lhe escapar nenhuma iguaria!  

Ora, concluindo que não havia mais, achou que o melhor era passar a outro jogo... 

Corridas com os carros (não podia faltar que ele não deixa) e ainda brincou um pouco no banho...

Tudo sempre na correria habitual, mas já não foi nada mau! 

 

 

Dia 14 - Dia de abraçar (que bom!) 

161214113217.jpg

Dia de dar e receber um bom abraço! Mas que bom! 

E quando complementada a atividade com um jogo bem giro que uma das meninas criativas do grupo (o tal que me fez embarcar nesta aventura!), fica ainda mais espetacular!! 

Então é assim:

* Sempre que se ouvir (ou se disser) a palavra Natal tem que se dar um abraço à pessoa que estiver mais perto! 

Ui! Nunca se disse a palavra Natal tanta vez, nem se deu tanto abraço seguido lá em casa como ontem! 

E, olhem que eu sou daquelas mães chatas que gosta de, às vezes, encher o pimpolho de beijos e abraços! 

Muito giro! E continua hoje até se abrir a próxima carta do Pai Natal!