Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Mercado de Trabalho Atual...

... ou ao que nos sujeitamos!

 

Vi este anúncio para um estágio profissional em Psicologia no Facebook.

Resumindo e traduzindo o que é solicitado pela empresa, eu diria que pretendem UM Estagiário:

Psicólog@

Administrativ@ / Rececionist@

Gestor(a) de Eventos

Gestor(a) Financeiro / Economista

Profissional de Marketing (incluindo gestão de páginas online)

Comercial

Empregad@ de limpeza

com "espiritualidade" (vá-se lá saber o que querem com isto, talvez um professor de Yoga ou Reiki)

 

Não vou comentar mais o anúncio, porque acho que não vale a pena.

 

Mas sabem o que me entristece mesmo?

É que tenho a certeza que vão receber centenas de candidaturas.

 

Porque não há ofertas em quantidade suficiente para todos, porque não faltam anúncios a pedir estágios curriculares ou não remunerados, porque o que não falta é psicólogos a trabalhar de borla (voluntários) e estes ao menos pagam (ou paga o IEFP).

 

O mercado de trabalho está uma autentica vergonha, com a taxa de desemprego e a crise, os empregadores têm muito por onde escolher e como se diz: "não queres, há quem queira".

Não está fácil... Bem sei.

 

Mas, pergunto-me, se ninguém aceitasse certas "ofertas" e condições, será que não deixavam de haver anúncios destes?

Numa classe profissional (na minha e noutras), em que há uma enorme mão-de-obra gratuita (desde os estágios curriculares aos voluntariados técnicos), porque há-de alguém contratar e mais ainda pagar um profissional?