Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

O Gramofone BenTuguês

Quando os "pikenos" começam a falar é sempre engraçado ouvi-los e compreender a sua linguagem... Mas se tiverem a sorte de vos sair um "gramofone" como a mim, contem com gargalhadas e com muito mas muito poucos minutos de silêncio! 

É que o "fedelhito" não se cala e tem sempre assunto de conversa!... Dizem que sai a alguém, não sei porquê...

Pronto, ok. Eu digo mesmo que é castigo para aprender a valorizar ainda mais a minha mãe e a paciência de jó (ou jú) que ela tinha para me aturar! Hehehehe 

 

Ele está naquela fase em que tenta repetir tudo o que ouve... O que quer dizer que temos de ter um cuidado extra com o que dizemos!... Não vá alguém dizer "Shit!" e aparecer o papagaio a repetir "cháite" e ter que se corrigir: "Pois achaste filho, pois achaste. Achei-te mãe! Muito bem dito! Achei-te!" (um exemplo meramente ilustrativo... nada real... cof, cof, cof...)


Sim, porque o tagarela não só repete o que ouve, como vai fazer relatórios para a "Escola" acerca do que fez em casa, nas férias, no fim-de-semana, etc... E depois, lá chego eu à creche e levo com pedidos de esclarecimento acerca do "programa das festas" relatado, que há sempre palavras que não se entendem...

 

- "Pois, sabe, ele disse-nos que foi à praia com os pais e os avós e a tia "Aninhas"? Será? Não percebemos bem..."

- "Ah, ele disse-nos e mostrou-nos que esteve a nadar"...

- "Os primos estão cá? Ele disse que estragaram a casa??"

 

É assim! Não chega ter um tagarela, também tenho "cuscas" a pedir esclarecimentos que é para não falhar uma pinta na história! :P LOL

 

E, eu torno-me a tradudora de eleição do Gramofone BenTuguês! Ou o dicionário de Português de Portugal para Português da Cria de 2 anos que por aqui anda!

 

O que vale é que sempre nos vamos rindo com as aquisições linguísticas dele... E os erros de pronúncia que persistem no tempo...

Alguns exemplos:

 

- Favôdo = Por favor

- Fáculos = Flocos

- Fantufas = Pantufas

- Talou = Estragou (Agora já diz bem, mas adoráva quando ele dizia assim!)

- Xelecas = Cuecas

- Se uga mamã = Segura mamã

- Chóquias = Cócegas

- Tou tou = telemóvel

- Balulo = barulho

 

E a que mais gosto e que é prova do quão tagrela ele é...

Nos intervalos entre palavras e sempre que lhe falha algum som, para que não haja um minuto de silêncio ou interrupção, ele adiciona  sons de "gle gle" de premeio... Por exemplo: "No quato gleos papás"; "o B glegle não pode. Mamã pode"...

É mais ou menos o equivalente do "hum" adulto nas pausas para pensar, mas em versão perú cheio de energia ("glu glu glu")...

 

Por outro lado, também é engraçado perceber as coisas que ele sabe dizer perfeitamente ou suficientemente bem para não precisar da tradutora:

 

- "Bolo" / "bolacha"

- "não quedo"

- "eu gosta"

- "é meu / mina"

- "a cola tá fechada" (a escola está fechada)

- "bincále" / "O B. binca"

- "óó não"

- "o B. tá tiste" (quando quer mimo)

 

Enfim... É uma bela caminhada esta pela oralidade... Comtemplemo-la em família e que o vento faça chegar as palavras onde devem ir.  ;)

 

Ainda que por vezes o "barulho do silêncio" soubesse tão bem como o som das ondas a bater........ É castigo, tu sabes... Aguenta...

IMG_4290.JPG