Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Ser mãe/pai faz mal aos neurónios!

Ou melhor... 

 

Não dormir faz mal aos neurónios! 

 

E desenganem-se se julgam o contrário, mas,  de um modo geral,  com o "ser mãe/pai", vem o "não dormir" (ou dormir pouco e mal)! 

Seja porque @ garot@ está doente, seja porque acorda de hora a hora com pesadelos, seja porque é adolescente e foi para a borga com os amigos, seja porque vai ter uma prova importante... Há uma preocupação associada, que mesmo quando não é a "criatura" em si que nos acorda, não nos deixa dormir realmente bem! Não é sempre, não é todos os dias (óbvio ou não havia quem aguentasse!). Mas é... Existe esse "Não dormir" e causa transtornos! 

 

Ora, eu sempre gostei de dormir... E mais que isso, preciso de dormir para funcionar! 

Algo que tem sido complicado nestes últimos tempos com amigdalite, seguida de varicela, seguida de escarlatina... 

 

Ao ponto de eu começar a achar que,  se não durmo em breve, escrevo mas é um filme de comédia com as parvoíces todas que ando a fazer, graças a não dormir! Os meus neurónios estão a dar o tilt! 

 

Ora,  neste momento, eu já chamo indiscriminadamente o meu filho de amor e também pelo nome do meu marido e, só depois das duas tentativas, parece ocorrer-me o nome do garoto ou a hipótese de usar o "filhote"... Mas estranhamente ainda não chamei ao meu marido filho! Já não é mau de todo! 

 

Vou para a médica com o garoto e refiro-me ao dia anterior como se estivesse a falar de há uma semana atrás... Do género:

-" Na segunda ele não comeu nada de jeito." - digo. 

- "Na segunda...  Ontem?"  - responde a médica...

Eu, depois de parar para pensar, digo que sim, que foi ontem... 5 segundos depois, estou novamente a dizer "na segunda" ... 

 

Vou tomar café a uma livraria bem conhecida com o garoto atrás... 

- "Tem o nosso cartão?" - pergunta o sr.  da caixa. 

Fico a pensar um pouco... 

- "Ah, sim! Tenho o cartão da Bertrand, tenho!" 

- "Pois... Mas esta é a Almedina." 

 

Além disso, confesso que, de um modo geral, já não sou nada boa com nomes... Ora com sono e os neurónios todos baralhados, não fico melhor... Uma das melhores...

Tenho uma amiga que casou com um Australiano... Como devem imaginar o nome dele não é português... 

- "Nuno!"  - chamo.

Paro. Penso: "Hummm... Algo não está bem... Ele não olhou... Bem, esquece! Depois falamos." 

Vou-me embora e já a afastar-me é que me cai a ficha: "Raios ele não se chama Nuno! Não me lembro do nome dele! Estou linda, estou!"...

O nome dele é Inglês! Por acaso, começa por N... Mas não é de modo algum Nuno! (E se estiveres a ler isto, desculpa-me! O meu cérebro está frito!)