Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Natal... Com o brilho do amor

Não sou católica. Já o disse aqui.

 

Mas gosto desta época do ano. Gosto do que ela representa. Gosto da magia do Natal. Gosto da Mensagem.

Não da mensagem do consumismo, do Pai Natal made in Coca-Cola, da loucura nos shoppings e lojas.

 

Mas sim, da mensagem e simbologia que esta época traz consigo, seja ela associada a um "Deus Menino em palhas deitado", "filho de virgem" ou não...

Da mensagem de amor e reunião. De família e presença. De partilha e afeto.

 

Gosto da confusão das famílias grandes reunidas! Seja da em que nasci, seja da que me acolheu tal qual nela tivesse nascido (a do meu marido)! Tenho a sorte de ter uma grande família em todos os sentidos... E gosto do barulho e da confusão que resulta de se acolher e juntar muita gente sob um mesmo tecto para partilhar uma refeição, uma festa, um momento.

 

Gosto das "galinhas a rir" com quem tanto "gozava" quando era garota e nas quais me revejo agora... igualmente "galinha" a rir alto e com gosto por ser "galinha" também.

 

Gosto do reencontro que às vezes tarda demais, pois a vida nem sempre permite e a distância impõe-se.

 

Gosto da lareira acesa, do calor humano, das conversas e até do ficar à mesa horas seguidas... Seja em amena cavaqueira, a gargalhar ou a comer pitéus e petiscos...

A partilha da refeição em que cada um traz o que pode ou tem para oferecer... As suas especialidades e toda uma variedade de gulodices.

 

Gosto de recordar quem não está, lembrando memórias e histórias, rindo do que lá foi e celebrando quem agora mora no nosso coração. Seria impossível não o fazer nesta época.

E sabe bem recordá-los e trazê-los assim para o aqui e agora, esquecendo o nunca mais. Recordando em companhia ainda que com saudade.

 

Gosto de montar uma árvore de Natal em família, com presépio e tudo a que se tem direito (sim, dos bem católicos com toda a família santa, reis magos e tudo mais).

Gosto dessa tradição que me recorda a infância e me faz rir de cada vez que me lembro das aventuras de ir "roubar" um pinheiro de Natal e ir apanhar musgo... Como aquela vez em que o meu pai decidiu escolher como "ferramenta" para cortar o pinheiro o "cutelo da carne" e o olhar que a minha mãe lhe fez quando em pleno "furto" se apercebeu disso!

E, adorei como o meu "pardalinho" se empenhou na tarefa de decorar a árvore e começou a enfiar decorações para dentro do pinheiro...

 

Gosto da ânsia das crianças, que não querem ir dormir, não querem perder uma pitada e, ainda menos, arriscar-se a não ver chegar o simpático velhinho das barbas brancas e traje vermelho que traz prendas... E dos adultos que se exasperam tentando que vão dormir...

Gosto de acordar na manhã seguinte com os seus gritos de alegria e êxtase ao ver o que as espera junto à arvore, meia ou sapatinho. Gosto que me venham acordar animadas para ir abrir as prendas e de ver a sua alegria...

 

E, gosto também das luzinhas, dos embrulhos e dos laços... Mas gosto ainda mais do brilho do amor que enche as casas nesta altura.

 

2015-11-29 09.36.19.jpg

 

 Que se celebre a família, a partilha e a reunião!

É a tua vez! Escreve um comentário!:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.