Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

Ice AVenturaS

A Aventura de estar no topo do meu Iceberg... Ou seja, da minha mente! Pensamentos, reflexões, experiências, assuntos sérios ou maluquices da pessoa, mãe e psicóloga... Uma viagem talvez alucinante e meio louca!

O lado bom do Trump

Ok, deixem-me corrigir. 

Não me batam já, que eu explico. 

 

Não é bem o lado bom do Trump, mas aquilo que consigo ver como uma consequência positiva da eleição de Trump e de tudo o que tem acontecido desde então.

 

Não me lembro de ver tanta iniciativa por este mundo fora, tanto post (incluindo neste cantinho agradável do Sapo Blogs), tanto artigo, tanto vídeo a alertar-nos sobre os perigos da intolerância, do despotismo e tirania, do preconceito racial ou de género e do preconceito em geral na realidade.

A defender os Direitos Humanos e a despertar consciências para estes.

A falar-nos do apartheid, do nazismo e de Hitler e a dizer-nos para não repetirmos os erros do passado.

A lembrar-nos da igualdade de género, raça, credo, orientação sexual, entre outros.

A recordar o direito à liberdade de ser, estar, viver.

A alertar para os maus-tratos e a violência contra a mulher, incluindo aqui a psicológica.

E, ainda, a trazer as questões do ambiente e da poluição e da necessidade de se tomar medidas para bem do planeta.

 

E algumas destas iniciativas crescem, globalizam-se e tornam-se iniciativas organizadas e conjuntas, unindo várias pessoas, países, para afirmar a sua posição contra a referida personagem.

 

Por isso, de um  modo algo distorcido e estranho, Trump está a promover a união e a consciencialização para os direitos humanos, tolerância, liberdade, violência e questões ambientais...

Não que ele o pretendesse, óbvio! Pois o Sr. Presidente não gosta particularmente de ser contrariado...

 

Vejamos alguns exemplos (que todos é completamente impossível):

 

Iniciativa conjunta dos comendiantes Europeus, que começou com o seguinte vídeo da Holanda:

 

À qual já se juntou Portugal, com um vídeo do 5 para a Meia Noite:

 

 

 

Iniciativa conjunta pela Igualdade e Direitos das Mulheres / Women's March em vários países:

 Women's March em Washington DC

 

in Women's March em Londres

 

The Boston Globe - Gloria Steinem: Why women are marching on Washington 

Notícias do Mundo - RTP: Mulheres contra Trump "marchar, marchar"

Aqui, incluindo um movimento irónico (e na minha opinião também não muito apologista dos direitos ou valor da mulher, mas...) que nasce com a hashtag #freemelania...

 

 

Outros, sobre a segregação, aphartheid, preconceito, direitos humanos:

 

NEO MAGAZIN ROYALE com Jan Böhmermann:

 

 

TV2 da Dinamarca:

 

AJ+:

 

RAP, em Mixórdia de Temáticas - Rádio Comercial:

 

in Occupy Democrats

 

 

Inimigo Público: Decretos tornam-se mais específicos: Trump proíbe entrada nos EUA a algarvios, canhotos e intolerantes à lactose

 

Notícias SAPO 24: Trump tomou posse e a página de direitos LGBT desapareceu do site da Casa Branca

 

Independent: Donald Trump Muslim immigration ban: US border patrol 'checking people's Facebook for political views'

Independent: Donald Trump will eliminate landmark climate protection plan, says first post on White House website

 

 

E, ainda, um alerta sobre a personalidade de Trump...

 

 

 

Assim, queiramos ou não, gostemos ou não, pelo menos, teremos de reconhecer que nos pôs todos a falar de assuntos importantes... Digo eu, na minha insignificância...

É a tua vez! Escreve um comentário!:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.